O que é a verdade, portanto? Um batalhão móvel de metáforas, metonímias, antropomorfismos, enfim, uma soma de relações humanas, que foram enfatizadas poética e retoricamente, transpostas, enfeitadas, e que, após longo usom parecem a um povo sólidas, ...
Superai-me, ó homens superiores, as pequenas virtudes, as mesquinhas prudências, os escrúpulos ínfimos como grãos de areia, a agitação própria de formigas, o contentamento deplorável, a felicidade da maioria! E mais vale desesperardes do que ...
Quem combate monstruosidades deve cuidar para que não se torne um monstro. E se você olhar longamente para um abismo, o abismo também olha para dentro de você. (Nietzsche
Ouve-se sempre nos escritos de um ermitão algo também do eco do ermo. (Nietzsche)
Uma crítica da faculdade do conhecimento não tem sentido: como poderia uma ferramenta criticar a si mesma quando só pode usar a si mesma para a crítica? (Nietzsche)
Paulo quer desvalorizar a sabedoria deste mundo: seus inimigos são os bons filólogos e médicos da escola alexandrina - a guerra é feita contra eles. De fato, nenhum homem pode ser filólogo e médico sem ao mesmo tempo ser anticristo. O filólogo ...
A coragem mata também a vertigem à beira de abismos! E onde estará o homem senão à beira de abismos? Mesmo olhar, não será olhar abismos? (…) Mas a coragem, a coragem que ataca é o melhor dos matadores, mata a própria morte pois diz: “ISTO ...
A mesma palavra amor significa com efeito duas coisas diferentes para o homem e para a mulher. O que a mulher entende por amor é bastante claro: não é apenas dedicação, é dom total de corpo e alma, sem restrição, sem nenhuma atenção para o que ...
O que alguém é começa a se revelar quando o seu talento declina - quando ele cessa de mostrar o quanto pode. O talento é também um ornamento; um ornamento é também um esconderijo. (Nietzsche)
O pensamento lógico pode levar você, de A a B, mas a imaginação te leva a qualquer parte do Universo. (Einstein)
previous arrow
next arrow
Slider
Artigos

Artigos

Sobre

Sobre

Downloads

Downloads

“Um casal desinteressado” de Carlos Cabral. (audio-teatro)

"Um casal desinteressado" de Carlos Cabral. Teatro imaginário. Ultimo programa recuperado  de "tempo de teatro", com trealização de Eduardo Street e emitido em Dezembro de 1997.  Esta peça radiofónica conta com a participação de Branco Alves, Paula Mora, Manuel Coelho e Manuela Cassola  Nota:  EDUARDO STREET (1934 – 2006) Um...

“As Meninas” de Carlos Cabral (audio-teatro)

"As Meninas" de Carlos Cabral Teatro imaginário. Programa recuperado  de "tempo de teatro", com realização de Eduardo Street e emitido em Maio de 1996.  Texto original de "as meninas" de Carlos Cabral. download aqui...

“O juiz da beira” de Gil Vicente (Audio-teatro)

"O juiz da beira" de Gil Vicente  Teatro imaginário. O "Juiz da Beira", uma peça de Gil Vicente é uma espécie de continuação de uma outra peça do mesmo autor: "O Auto de Inês Pereira". Uma peça de teatro datada de 1969. Recuperando o programa especial do dia mundial do teatro em 27 Março...

O Coleccionador de Lágrimas

O Coleccionador de Lágrimas Cury publica desta vez uma ficção histórica e por meio da trama electrizante protagonizada por um professor de história expõe na prática ideias essenciais da Psicologia Multifocal, linha terapêutica que exerce. O autor narra a experiência surpreendente vivida por um expert nos eventos que marcaram...