Fantástica obra de engenharia, (com tecnologia portuguesa), no Brasil! Video


Fantástica obra de engenharia, (com tecnologia portuguesa), no Brasil!

Ponte Anita Garibaldi faz parte da duplicação da BR-101, em Laguna (SC)

Um movimento que era só percebido no verão e no carnaval pode ser constatado no dia a dia, seja no supermercado, no banco, no trânsito, no ônibus, nos bares e restaurantes, ou no cotidiano da cidade… Os 1,6 mil trabalhadores da construção da ponte Anita Garibaldi transformaram a rotina dos lagunenses.

90% dos funcionários vieram de outras regiões. Estados do Nordeste e Minas Gerais são os principais pontos de imigração dos trabalhadores em busca de salários acima de R$ 1.500, carteira assinada e benefícios, gostam de tomar uma cerveja gelada, aguardente e lembrar da vida que deixaram, a grande maioria não trouxe a família. Quinhentos deles dormem no local de trabalho. A cada 90 dias tem o direito de visitar a cidade natal, com passagem paga pela empresa. O cardápio dos funcionários é preparado por uma empresa que adaptou a alimentação ás origens dos trabalhadores. Aipim, comida apimentada e muito feijão não ficam fora da lista! wink 

São aproximadamente 700 funcionários directos e mais 600 de empresas terceirizadas que moldam as ferragens que sustentarão a estrutura de 2,8 quilômetros de extensão.

Elas estão por toda a parte, a Fabiana, Angela, Marcela, Lígia, Geiza, Rainha de Babitonga, a Rainha de Lucena e outras, estão colorindo a lagoa do Santo Antônio, estes são os nomes femininos das balsas que trafegam do canteiro de obras até a estrutura de concreto. O trabalho é dividido entre o equipamento que carrega caminhões de concreto, homens e areia do fundo da lagoa transportada para o bota-fora. As mais de 100 balsas que estão sendo utilizadas são construídas no município por empresas terceirizadas. 

Na área onde estão sendo erguidos os dois mastros principais, mais de 60 homens trabalham ao som  do vento, do mar e dos veículos que trafegam pela BR-101. São centenas de homens dedicados à preparação da estrutura. No total, 106 delas vão sustentar a ponte estaiada. 

Digno de nota no sector de serviços, são as farmácias, um segmento que está recebendo novos clientes. Acostumados com temperaturas altas, os trabalhadores do norte e regiões centrais do Brasil estão precisando de medicamentos para gripes e resfriados. razão pela qual estão sendo providenciadas balsas com coberturas para combater o frio. Um pedido dos operários nordestinos. 

A Obra:

– Uma enorme estrutura metálica chama atenção de quem passa pela BR-101, na localidade de Cabeçuda. A chamada treliça, tem tecnologia portuguesa e segura as bases para fixar o concreto. Conforme é finalizada uma etapa, o equipamento desliza sobre a obra.  

A ponte integra a maior obra do Governo Federal, em Santa Catarina, a duplicação da BR-101, que tem por objetivo desafogar o trânsito no trecho de Laguna, 

O investimento total da obra é de R$ 597 milhões, (mais de 198,5 milhões de euros), Os trabalhos no empreendimento funcionam 24 horas por dia em dois turnos. 1.626 colaboradores atuam na construção da ponte!

O comprimento total da ponte é de 2.830 metros. Já a largura do empreendimento possui 24,1 metros no trecho corrente e 26,3 metros no lado estaiado. 

Ao todo, o empreendimento possui 52 vãos, 136 estacas escavadas e 716 aduelas pré-moldadas. O empreendimento contará com duas pistas de rolamento com duas faixas de 3,6 metros e acostamento de 3 metros.

A previsão de término da obra é maio de 2015.

Isto é tudo para vocês, compartilhem com os outros pelos meios que quiserem!Email this to someone

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *